Reflexões Evangélicas


O Segredo é louvar sempre...

Grandes coisas fez o Senhor por nós, e por isso estamos alegres.

Louve ao Senhor em todo tempo.

Louve o nome do Senhor a todo instante.

Busque a gloria do Senhor e toda a vida viva para o Senhor.

A sua gloria brilha mais que o sol;

o seu amor é mais profundo que o mar,

a sua glória é clara mais que a maior luz.

Ele é Senhor do céu da terra e mar.

Louve ao Senhor com sua vida.

Louve o nome do Senhor no testemunho.

Ele é Senhor e merece ser louvado sempre.

Louvemos ao Senhor.

Um mega abraço.
Kalini



Escrito por Kalini às 08h36
[ ] [ envie esta mensagem ]


A ARANHA

Uma vez um homem estava sendo perseguido por vários malfeitores que
queriam matá-lo.

O homem, correndo, virou em um atalho que saía da estrada e entrava pelo
meio do mato e, no desespero, elevou uma oração a Deus da seguinte
maneira:

- "Deus Todo Poderoso fazei com que dois anjos venham do céu e tapem a
entrada da trilha para que os bandidos não me matem!!!"

Nesse momento escutou que os homens se aproximavam da trilha onde ele se
escondia e viu que na entrada da trilha apareceu uma minúscula aranha.

A aranha começou a tecer uma teia na entrada da trilha.

O homem se pôs a fazer outra oração cada vez mais angustiado:

- "Senhor, eu vos pedi anjos, não uma aranha."

- "Senhor, por favor, com tua mão poderosa coloca um muro forte na
entrada desta trilha, para que os homens não possam entrar e me
matar..."

Abriu os olhos esperando ver um muro tapando a entrada e viu apenas a
aranha tecendo a teia.

Estavam os malfeitores entrando na trilha, na qual ele se encontrava
esperando apenas a morte.

Quando passaram em frente da trilha o homem escutou:

- "Vamos, entremos nesta trilha!"

- "Não, não está vendo que tem até teia de aranha!? Nada entrou por
aqui.
Continuemos procurando nas próximas trilhas"

Fé é crer no que não se vê, é perseverar diante do impossível.

Às vezes pedimos muros para estarmos seguros, mas Deus pede que tenhamos
confiança n'Ele para deixar que sua glória se manifeste e faça algo
como
uma teia, que nos dá a mesma proteção de uma muralha.

Tenha uma linda semana na presença do Pai.



Escrito por Kalini às 19h32
[ ] [ envie esta mensagem ]


A lição do sapo e o pessimismo


Era uma vez uma corrida de sapinhos. Eles tinham que subir uma grande torre, e atrás havia uma multidão, muita gente para vibrar com eles. Começou a competição. A multidão dizia: - Não vão conseguir, não vão conseguir!


Os sapinhos iam desistindo um por um, menos um que continuava subindo. Aí aclamava a multidão: - Vocês não vão conseguir, vocês não vão conseguir! E os sapinhos iam desistindo um por um, menos um que subia tranqüilo.


Ao final da competição, todos desistiram menos aquele. Todo mundo queria saber o que aconteceu, e quando foram perguntar ao sapinho como ele conseguiu chegar até o fim, ficaram sabendo que ELE ERA SURDO.


Moral da estória:
Quando a gente quer fazer alguma coisa que precise de coragem não se deve escutar as pessoas que falam que você não vai conseguir.


Que seu dia seja proveitoso, produtivo e, principalmente, harmonioso e feliz...Não permita que pessoas com o péssimo hábito de serem negativas derrubem as melhores e mais sábias esperanças de seus corações!!!

 



Escrito por Kalini às 13h19
[ ] [ envie esta mensagem ]


Nos trilhos de Deus

A grande lição do trem

    Certo homem morava no final de Xerém, subúrbio do Estado do Rio de Janeiro e trabalhava na zona sul do Rio. Viajava diariamente de trem para ir e vir do trabalho.
   
    Certo dia parou numa praça da cidade onde acontecia um culto ao ar livre e na hora do apelo ele se converteu.
    Ganhou uma bíblia de presente que ele lia sempre
    durante o percurso da viagem. Ele tinha um sonho: pregar a palavra de Deus.
   
    Quando leu o texto "Ide e Pregai a toda criatura..." sentiu um impulso de realizar seu desejo, mas seu tempo era escasso, pois
    trabalhava até mesmo nos finais de semana. Teve então, uma brilhante idéia: economizou e comprou uma bíblia nova de letras gigantes, para ler no trem em movimento, e passou a pregar durante a viagem de ida e volta.
   
    Estava feliz da vida, pois estava dando frutos para o Reino de Deus.
   
    Até que um dia surgiu um passageiro que não aprovou a idéia da pregação dentro do trem, pois cochilava ao balanço do trem, durante a viagem. Inconformado, o homem reclamava o tempo todo.
   
    O pregador,pacientemente, trocava de vagão. Porém, quando começava a pregar, lá estava o sujeito, mais uma vez reclamando.
   
    Então, esse homem, extremamente irado,
    levantou sua voz e gritou:
    - "Páre de me perturbar! Da próxima vez que você pregar de novo no trem, e atrapalhar o meu cochilo, vou jogar sua bíblia fora. É melhor ficar quieto..."
   
    Prudentemente, o pregador clamou a Deus e jejuou para que Deus não permitisse que aquele homem cumprisse sua ameaça,que houvesse impedimentos.
   
    Assim o pregador orou com fé, confiando que Deus o ouviu.
   
    No outro dia, o que se sentia importunado saiu bem cedo para o trabalho, e lá estava o pregador do trem todo confiante, semeando a Palavra de Deus. Subitamente, o valente levantou-se e bradou:
    - "Eu te avisei, mas você não acreditou!", e arrancou a bíblia das mãos do pregador e jogou-a pela janela do trem, diante de um público estupefato.
    O pregador sentiu-se humilhado, decepcionado e muito triste com a situação. Resolveu não ser mais crente, pois confiava que Deus ia livrá-lo dessa vergonha e por não ter sido atendido, decidiu não trilhar mais os caminhos do Senhor.
   
    Por ter virado as costas para Deus, as coisas começaram a ficar difíceis para ele. Perdeu o emprego, tornou-se um desocupado, abandonou sua casa e passou a viver nas ruas, dormindo nos bancos das praças.
   
    Depois de um certo tempo, numa determinada praça onde costumava se embriagar e dormir no banco, estava acontecendo um culto ao ar livre.
   
    Despertou sua atenção pois esse pregador contava o seu testemunho de que um junto da linha do trem para cometer suicídio, mas Deus,
    com seu infinito amor usou um filho seu para salvá-lo de ser despedaçado pelo trem.
   
    Continuou relatando que, quando ia se atirar embaixo do trem, algo muito pesado foi arremessado em sua cabeça, e ele caiu junto aos trilhos, meio desacordado sem entender nada do que estava ocorrendo. Foi quando percebeu que era um grande livro e um vento providencial virava suas páginas, parando exatamente na
    página onde pôde ler admirado o versículo 18 do
    Capítulo 28 do Evangelho de Mateus: "Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos e eu vos aliviarei".
   
    E exclamou jubiloso: -"Então fiquei com
    esta bíblia, hoje sou feliz e a minha vida mudou!"
    E concluiu: "-Um dia hei de encontrar esse filho de Deus, dar-lhe um grande abraço e agradecer-lhe pelo bem que me fez, livrando-me não somente da morte física, mas principalmente da condenação eterna".
   
    O pregador do trem que ouvia a tudo atentamente não conseguiu conter o seu desesperado choro e
    inesperadamente, levantou-se do banco e gritou com o rosto banhado em lágrimas:
    "- Perdoe-me, Senhor Jesus, pois não compreendi os teus planos. Perdoe-me por ter duvidado do teu poder e do teu amor por todos esses anos". E soluçando muito dirigiu-se ao pastor que testemunhava, mal conseguindo declarar:
    "- Eu era o dono daquela grande bíblia!". Disse o seu nome e mostrou a todos a sua assinatura registrada na primeira página daquela grande Bíblia.
   
    E você, sabe quais são os desígnos de DEus??


Escrito por Kalini às 08h01
[ ] [ envie esta mensagem ]


Um grande coração por detrás do carro importado

    Morava em Chicago um pregador batista muito pobre, que ganhou de seu irmão milionário um carro. Ultimo tipo.
    Certa manhã, ao chegar ao estacionamento para apanhá-lo, o pregador deparou com um rapazinho mal vestido, com o rosto encostado a uma das janelas do "carrão". Tendo-o cumprimentado, ouviu do rapazola a pergunta: 
    "É seu, patrão?”.
    Diante da resposta afirmativa, o pregador ouviu nova pergunta: 
    ‘Quanto custou?
    Sua resposta surpreendeu o menino:
    "Não sei. Meu irmão me deu de presente".
    Ao ouvir isso, os olhos do menino se arregalaram surpresos. Ele pensou um pouco, e disse depois com um ar de anseio sincero: 
    "Eu queria.., eu queria..." 
    Roy pensou que podia adivinhar como ele iria terminar a sentença - Eu queria ter um irmão assim. Mas, em vez disso, ficou pasmo quando o menino olhou para ele e disse: 
    "Eu queria SER um irmão assim...
    Isso moveu o coração do pregador, a ponto de convidar o rapaz para dar uma volta no carro. Diante disso, ele pediu para dirigirem-se à rua onde morava. Novamente, ele pensou que poderia adivinhar qual o desejo do rapazola - mostrar aos meninos da vizinhança a sua "conquista ". Novamente, enganou-se.
    O menino pediu-lhe que parasse por um instante num determinado ponto da rua, em frente a um velho conjunto habitacional. Desceu, prometendo voltar num instante.
    Depois de uns dez minutos, ele viu alguém descendo vagarosamente a escadaria sem iluminação. A sombra, desciam duas perninhas finas e tortas. Logo compreendeu que era o menino, carregando outra criança menor. Com certeza, seu irmão.
    Chegando à calçada, colocou-o gentilmente no chão, e disse todo empolgado: 
    "É como eu lhe disse. E um carro novinho em folha. O irmão deu para ele. Algum dia, eu vou comprar um carro assim para você!".
    "Quando ouvi essa história fiquei comovido com a generosidade de um irmão para com o outro. Mas não foi o presente do milionário que me impressionou. Afinal de contas, ele poderia ter comprado uma frota de Packards para o irmão com toda a facilidade. Não; eu me comovi com o desejo do menino favelado. Por que sonhava com uma prosperidade impossível? Para que pudesse gastá-la prodigamente com o irmão!
    Eu gostaria de ser um irmão assim.
    E você?
 
    Tenha um ótimo dia com a graça de Deus...


Escrito por Kalini às 07h31
[ ] [ envie esta mensagem ]


Meu Pai é o Piloto

No livro "Silent Strength for My Life" (Força Tranqüila para a Minha Vida), Loyde John Ogilvie conta a história de um menino que conheceu numa viagem: Ele observou o menino sozinho na sala de espera do aeroporto aguardando seu vôo. Quando o embarque começou, ele foi colocado na frente da fila para entrar e encontrar seu assento antes dos adultos. Quando Ogilvie entrou no avião, viu que o menino estava sentado ao lado de sua poltrona. O menino foi cortês quando Ogilvie puxou conversa com ele e, em seguida, começou a passar tempo colorindo um livro. Ele não demonstrava ansiedade ou preocupação com o vôo enquanto as preparações para a decolagem estava sendo feitas. Durante o vôo, o avião entrou numa tempestade, muito forte, o que fez que ele balançasse como uma pena ao vento. A turbulência e as sacudidas assustaram alguns passageiros, mas o menino parecia encarar tudo com a maior naturalidade. Uma das passageiras, sentada do outro lado do corredor ficou preocupada com aquilo tudo, e perguntou ao menino:
- Você não tem medo?
- Não senhora, não tenho medo. - ele respondeu, levantando os olhos rapidamente de seu livro de colorir - Meu pai é o piloto.

Existem situações em nossa vida que lembram um avião passando por uma forte tempestade. Por mais que tentemos, não conseguimos nos sentir em terra firme. Temos a sensação de que estamos pendurados no ar sem nada a nos sustentar, a nos segurar, em que nos apoiarmos, e que nos sirva de socorro. No meio da tempestade, podemos nos lembrar de que nosso "PAI É O PILOTO".  Apesar das circunstâncias, nossa vida está nas mãos do Deus que criou o céu e a terra. Ele está no controle, por isso não há o que temer. Se um medo inconsolável tomar hoje conta do seu ser, diga:
"MEU PAI É O PILOTO, NÃO TEMEREI MAL ALGUM!" Tenha um ótimo dia com a benção do Papai do Céu. Um grande abraço !!!



Escrito por Kalini às 07h33
[ ] [ envie esta mensagem ]


 A flor da honestidade

Conta-se que por volta do ano 250 a.c, na China antiga, um príncipe da região norte do país, estava às vésperas de ser coroado imperador, mas, de acordo  com a lei, ele deveria se casar.  Sabendo disso, ele resolveu fazer uma "disputa" entre as moças da corte ou quem quer que se achasse digna de sua proposta. No dia seguinte, o príncipe anunciou que receberia, numa celebração especial, todas as pretendentes e lançaria um desafio.  Uma velha senhora, serva do palácio há muitos anos, ouvindo os comentários sobre os preparativos, sentiu uma leve tristeza, pois sabia que sua jovem filha  nutria um sentimento de profundo amor pelo príncipe.  Ao chegar em casa e relatar o fato à jovem, espantou-se ao saber que ela pretendia ir à celebração, e indagou incrédula :
- Minha filha, o que você fará lá? Estarão presentes todas as mais belas ricas  moças da corte. Tire esta idéia insensata da cabeça, eu sei que você deve estar sofrendo, mas não torne o sofrimento uma loucura. 
E a filha respondeu :
- Não, querida mãe, não estou sofrendo e muito menos louca, eu sei que jamais  poderei ser a escolhida, mas é minha oportunidade de ficar pelo menos alguns  momentos perto do príncipe, isto já me torna feliz. 
À noite, a jovem chegou ao palácio. Lá estavam, de fato, todas as mais belas moças, com as mais belas roupas, com as mais belas jóias e com as mais determinadas intenções. Então, finalmente, o príncipe anunciou o desafio :
- Darei a cada uma de vocês, uma semente. Aquela que, dentro de seis meses, me trouxer a mais bela flor, será escolhida minha esposa e futura imperatriz da China. 
A proposta do príncipe não fugiu às profundas tradições daquele povo, que valorizava muito a especialidade de "cultivar" algo, sejam costumes, amizades, relacionamentos etc...  O tempo passou e a doce jovem, como não tinha muita habilidade nas artes da jardinagem, cuidava com muita paciência e ternura a sua semente, pois sabia que  se a beleza da flor surgisse na mesma extensão de seu amor, ela não precisava se
preocupar com o resultado. 
Passaram-se três meses e nada surgiu. A jovem tudo tentara, usara de todos os métodos que conhecia, mas nada havia nascido. Dia após dia ela percebia cada vez  mais longe o seu sonho, mas cada vez mais profundo o seu amor. Por fim, os seis meses haviam passado e nada havia brotado.  Consciente do seu esforço e dedicação a moça comunicou a sua mãe que,independente das circunstâncias retornaria ao palácio, na data e hora combinadas, pois não pretendia nada além de mais alguns momentos na companhia do príncipe.  Na hora marcada estava lá, com seu vaso vazio, bem como todas as outras pretendentes, cada uma com uma flor mais bela do que a outra, das mais variadas formas e cores. Ela estava admirada, nunca havia presenciado tão bela cena.  Finalmente chega o momento esperado e o príncipe observa cada uma das pretendentes com muito cuidado e atenção. Após passar por todas, uma a uma, ele anuncia o resultado e indica a bela jovem como sua futura esposa.  As pessoas presentes tiveram  as mais inesperadas reações. Ninguém compreendeu porque ele havia escolhido justamente aquela que nada havia cultivado.  Então, calmamente o príncipe  esclareceu:
- Esta foi a única que cultivou a flor que a tornou digna de se tornar uma imperatriz. A flor da honestidade, pois todas as sementes que entreguei eram estéreis. 
A honestidade é como uma flor tecida em fios de luz, que ilumina quem a  cultiva e espalha claridade ao redor
- Que esta nos sirva de lição e independente de tudo e todas as situações vergonhosas que nos rodeiam , possamos ser luz para aqueles que nos cercam .



Escrito por Kalini às 09h32
[ ] [ envie esta mensagem ]


A pérola é na verdade uma areia na vida da ostra


    Transformar as dificuldades em preciosidades!
   
    Lá no fundo do oceano, uma ostra abriu bem a sua concha para deixar a água passar através dela.
Da água que passava suas guelras extraíam o alimento que a seguir ia para o estômago. De repente, um peixe grande ali perto levantou uma nuvem de areia e lodo com um movimento do seu rabo. Areia?! Oh, como a ostra detestava areia. Era áspera e fazia sua vida muito desagradável e desconfortável, era um grande incômodo sempre que entrava na sua concha. apidamente a ostra se fechou, mas tarde demais. Um grãozinho duro e saibroso tinha entrado e se alojado no interior da ostra.
 Puxa, como aquele grãozinho de areia incomodava!
Mas quase que imediatamente as glândulas especiais que Deus lhe havia dado para revestir o interior da sua concha começaram a produzir uma substância para cobrir o grão de areia irritante com uma linda camada macia e brilhante. A cada ano que passava, a ostra acrescentava mais camadas sobre o grãozinho de areia, até que por fim havia produzido uma grande pérola reluzente e de grande valor.
    Às vezes, os problemas que temos se assemelham um pouco a esse
grãozinho de areia. Eles nos incomodam e nos perguntamos por que será que temos que passar por esse incômodo e inconveniência. Mas se permitirmos, Deus, com a Sua graça, começa a transformar os nossos problemas e fraquezas em algo precioso. Nos aproximamos mais do Senhor, oramos com maior fervor, ficamos mais humildes e submissos, mais sábios e mais capacitados para enfrentar os problemas. Como bênçãos disfarçadas, o Senhor logo pega esses grãozinhos ásperos de areia na nossa vida e os tranforma em pérolas preciosas de força e poder, e eles se transformam em esperança e inspiração para muitos.
    Deus nos faz mais fortes com cada vitória. É mais ou menos como uma vacina:
Ele nos dá pequenas doses para não pegarmos a doença e para, de uma forma constante e gradual, aumentar nossa resistência. Mas se você nunca for posto à prova, nunca tomar uma pequena dose, nunca conseguirá agüentar a dose grande.
    De uma certa forma, o Senhor faz isso conosco.
Ele nos põe à prova nos dando um pouco mais cada dia, para nos testar, para aumentar a nossa resistência e nos tornar mais fortes. Ele nos vacina cada dia com um pouco mais de soro de sacrifício, provações, problemas e luta. Ele procura deixar você mais forte a cada dia e fazer com que consiga dar um pouco mais, sacrificar um pouco mais, sofrer um pouco mais, lutar um pouco mais e crescer um pouco mais. Por isso saiba que tudo que acontece com você quando você está disposto a fazer a vontade de Deus tem um propósito. Hoje você pode não entender, mas com o tempo entenderás que todas as coisas cooperam juntamente para o bem daqueles que amam a Deus. Fiquem na Paz !!! Um grande abraço de sua mana...



Escrito por Kalini às 07h24
[ ] [ envie esta mensagem ]


Auxilio de Deus

Bem Aventurado o que Espera...

     Meu querido irmão em Cristo Jesus, eu não sei em que situação voce está posicionado ultimamente, mas eu quero te dizer que enquanto permanecermos com o nosso coração voltado para o Senhor, Ele, com toda a certeza, suprirá todas as nossas necessidades, sejam elas financeiras, pessoais ou profissionais. Temos às vezes de descer aos "abismos da terra", temos de atravessar passagens subterrâneas, temos de ficar enterrados entre os mortos - mas a corda da nossa comunhão com Deus nunca será esticada demais, a ponto de arrebentar; e Deus a puxará no momento certo - Ele nos tornará a trazer das profundezas. (Salmo 138.8)
   
    Esperar pode parecer uma coisa fácil, mas é uma das disposições de espírito que o soldado cristão só aprende a ter após anos de ensino. (Salmo 33.20)
   
    Para o guerreiro de Deus, a marcha, e a marcha acelerada são muito mais fáceis do que ficar parado.
   
    Há horas de perplexidade, em que o espírito mais pronto, mais desejoso de servir ao Senhor, não sabe que direção tomar. O que fazer então ? Agitar-se em desespero ? Voltar atrás, covardemente, tomar a direita em temor, avançar presunçosamente ?
   
    Não, simplesmente esperar. Esperar em oração, todavia. Clame ao Senhor e deposite essa situação, essa causa que tanto tem feito vc gemer, sim, deposite tudo aos seus pés; conte-Lhe a dificuldade, aquilo que mais te incomoda e clame por Sua promessa de auxílio. (Jeremias 33.3)
   
    Esperar com fé. Expresse a sua firme confiança nEle. Creia que, embora Ele o conserve esperando até a meia noite, virá, contudo, no tempo certo; a visão virá, e não tardará. (Salmo 37.39)
   
    Esperar em quieta paciência. Não murmure contra a fonte aparente da adversidade, como fizeram os filhos de Israel contra Moisés. Aceite o caso como é, e ponha-o exatamente assim na mão do Deus do concerto - simplesmente, de todo o coração e sem a interferência da sua vontade - dizendo: " Agora, Senhor, não se faça a minha vontade, mas a Tua, Eu não sei o que fazer; estou num ponto extremo; mas esperarei até que Tu abras as águas ou afastes os meus inimigos. Esperarei, ainda que me faças esperar muitos dias, pois meu coração está firmado só em Ti, ó Deus, e meu espírito espera por Ti, na plena convicção de que ainda serás o meu gozo e a minha salvação, o meu refúgio e a minha torre forte." Amém !



Escrito por Kalini às 10h32
[ ] [ envie esta mensagem ]


Amigos

Na corrida da vida a solidariedade é o prêmio

    Deficientes Espirituais...
    Há alguns anos, nas olimpíadas especiais de Seattle nove participantes,todos com deficiência mental, alinharam-se para a largada da corrida dos 100 metros rasos. Ao sinal, todos partiram, não exatamente em disparada, mas com vontade de dar o melhor de si, terminar a corrida e ganhar. 
   Um dos garotos, tropeçou no asfalto, caiu e começou a chorar. Os outros oito ouviram o choro. Diminuíram o passo e olharam para trás. Então eles viraram e voltaram. Todos eles. Uma das meninas, com síndrome de down, ajoelhou, deu um beijo no garoto e disse :
    - Pronto, agora vai sarar ! 
    E todos os noves competidores deram os braços e andaram juntos até a linha de chegada. O estádio inteiro levantou e os aplausos duraram muitos
    minutos
    .... Talvez os atletas fossem deficientes mentais ... Mas com certeza, não eram "deficientes espirituais"... 
    Isso porque, lá no fundo, todos nós sabemos que o que importa nesta vida, mais do que ganhar sozinho, é ajudar os outros a vencer, mesmo que isso signifique diminuir os passos.


Escrito por Kalini às 07h33
[ ] [ envie esta mensagem ]




Escrito por Kalini às 08h03
[ ] [ envie esta mensagem ]


Deus é nosso oleiro e nos faz de novo

 
    

    "Temos porém esse tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não nossa" (2 Coríntios 4.7) 
    Um carregador de água na Índia levava dois potes grandes, ambos pendurados em cada ponta de uma vara, ao qual ele carregava atravessada em seu pescoço. Um dos potes tinha uma rachadura, enquanto o outro era perfeito e sempre chegava cheio de água no fim da longa jornada entre o poço e a casa do chefe; enquanto o pote rachado chegava apenas pela metade. 
    Foi assim por dois anos, diariamente, o carregador entregando um pote e meio de água na casa de seu chefe. Claro, o pote perfeito estava orgulhoso de suas realizações. Porém, o pote rachado estava envergonhado de sua imperfeição, e sentindo-se miserável por ser capaz de realizar apenas a metade do que ele havia sido designado a fazer. Após perceber que por dois anos havia sido uma falha amarga, o pote falou para o homem à beira do poço: "Estou envergonhado, e quero pedir-lhe desculpas." - "Por quê? De que você está envergonhado?", perguntou o homem. - "Nesses dois anos eu fui capaz de entregar apenas a metade da minha carga, porque essa rachadura faz com que a água vase por todo o caminho. Por causa do meu defeito, você tem que fazer todo esse trabalho, e não ganha salário completo dos seus esforços", disse o pote. O homem ficou triste pela situação do velho pote, e com compaixão falou: "Quando retornarmos para casa de meu senhor, quero que perceba as flores ao longo do caminho." De fato, à medida que eles subiam a montanha, o velho pote rachado notou as flores selvagens ao lado do caminho, e isto lhe deu certo ânimo. Mas ao fim da estrada, o pote ainda se sentia mal porque tinha vazado a metade, e de novo pediu desculpas ao homem por sua falha. Disse o homem ao pote: "Você notou que pelo caminho só havia flores do seu lado, e cada dia enquanto voltávamos do poço, você as regava. Por dois anos eu pude colher flores para ornamentar a mesa de meu senhor. Se não fosse do jeito que é, ele não poderia ter esta beleza para dar graça à sua mesa." 
    Cada um de nós temos nossos próprios e únicos defeitos. Todos nós somos potes rachados. Porém, se permitirmos, o Senhor vai usar-nos com todas nossas imperfeições para embelezar a mesa e trazer alegria ao coração de nosso amado Pai Celeste. Na grandiosa economia de Deus, nada se perde. Das nossas fraquezas, podemos tirar forças. 
    Lembremo-nos sempre: "Nunca te julgues inútil, Deus te fez sem cópia". 
    "Mas Deus escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; e Deus escolheu as fracas deste mundo para confundir as fortes; e Deus escolheu as coisas desprezíveis, e as que não são, para aniquilar as que são; para que nenhuma carne se glorie perante Ele" (1 Coríntios 1.27-29)



Escrito por Kalini às 07h24
[ ] [ envie esta mensagem ]


''A confiança não nos decepcionará...''

Salmos 34:9 Temei ao SENHOR, vós os seus santos, pois não têm falta alguma aqueles que o temem.


Por vezes, tudo o que Deus quer de nós é que esperemos, agindo assim numa atitude de    profunda confiança e prontidão para obedecê-Lo. Podemos perceber, nestas horas, que todas      as manobras que fazemos, tentando resolver a nossa própria maneira, interferem na ação de Deus e a atrapalham.  Como é difícil largar depois de entregar ! Mas se não largarmos,   Deus largará. Já imaginou um carro com dois volantes e dois motoristas? Não seria um carro, mas um desastre ambulante. Deus sabe que na direção das coisas cabe apenas uma pessoa, ou é Ele ou somos nós; é a carne ou o Espírito. Por isso, quando tomamos o combate em nossas mãos e lutamos por nossas próprias forças, Deus se sujeita a assistir a nossa luta.
Não é má vontade da parte d'Ele. O respeito a nossa liberdade O faz esperar.
Quando o ferro é dobrado abruptamente, ele se parte; para curvá-lo é preciso tempo, tempo de prepará-lo, de levá-lo ao fogo. Quando Deus pede um tempo, não o faz por Si próprio, mas por nossa causa, em virtude da nossa natureza.
Em geral, as coisas mais belas e complexas levaram tempo para serem construídas; custa tempo construir um edifício; muitos quadros demoraram anos para serem pintados... Mas exigimos que Deus faça Seus milagres nos segundos da nossa conveniência.
Leva tempo converter um coração. Leva tempo aproximar duas pessoas que se magoaram. É preciso tempo para curar a doença e fechar a ferida. Tudo nesta nossa vida está sujeito a um tempo. Por isso, com a oração se planta a semente, pela oração cultiva-se a planta e, a confiança não nos decepcionará quando colhermos os frutos há tanto esperados.
Se você tem pedido, confie ! Sua oração plantou a semente; oculta, ela germina no coração de Deus, continue cultivando-a. Deus precisa apenas de um pouco mais de tempo para entregar-lhe a resposta.
Seu pedido pode ser atendido instantaneamente e até antes de pedir, mas saiba esperar quando essa é a vontade de Deus. E lembre-se. Há tres respostas de Deus para sua oração. Sim; Não, e Espere . Ele disse pra vc esperar, é porque está é a coisas certa a fazer. Jamais esqueça: Deus verdadeiramente sabe o que faz... Que Deus te abençõe e que te dê a paciencia e a confiança necessária para poderes adquirir aquilo que já está preparado para vc !!! Um abraço !!!


Escrito por Kalini às 07h25
[ ] [ envie esta mensagem ]


Você faria o que Deus fez?
   
    É uma típica tarde de sexta-feira e estás dirigindo em direção à tua casa.
    Sintonizas o radio. O noticiário está falando de coisas de pouca importância.    
Numa cidadezinha distante morreram 3 pessoas de uma gripe até então, totalmente desconhecida. Não presta muita atenção ao tal acontecimento.
    Na segunda-feira quando acordas, escutas que já não são 3, mas 30.000, as pessoas mortas pela tal gripe, nas colinas remotas da India. Um grupo do Controle de Doenças dos EUA foram investigar o caso.
    Na terça-feira, já é a noticia mais importante, ocupando a primeira página de todos os jornais, porque já não é só na India, mas também no Paquistão, Iran e Afeganistão. Enfim, a noticia se espalha pelo mundo.
    Estão chamando a doença de "La Influenza Misteriosa" e todos se perguntam: Que faremos para controlá-la?
    Então, uma noticia surpreende a todos.
    Europa fecha suas fronteiras. França não recebe mais vôos da India nem de outros países dos quais se tenham comentado de casos da tal doença.
    Pelo fechamento das fronteiras, estás ligado em todos os meios de comunicação, para manter-te informado da situação e de repente ouves que uma mulher declarou que num dos hospitais da França, um homem está morrendo pela tal "Influenza Misteriosa". Começa o pânico na Europa. As informações dizem que quando contrais o vírus, é questão de uma semana e nem percebes. Em seguida tens 4 dias de sintomas horríveis e morres.
    A Inglaterra também fecha suas fronteiras, mas já é tarde.
    No dia seguinte o presidente dos EUA fecha também suas fronteiras para Europa e Asia, para evitar a entrada do vírus no país, até que encontrem a cura.
    No dia seguinte, as pessoas começam a se reunirem nas igrejas em oração pela descoberta da cura, quando de repente, entra alguém na igreja aos gritos: Liguem o rádio! Liguem o rádio! Duas mulheres morreram em Nova York!!! Em questão de horas, parece que a coisa invadiu o mundo inteiro.
    Os cientistas continuam trabalhando na descoberta de um antídoto, mas nada funciona. De repente, vem a noticia esperada: Conseguiram decifrar o código de ADN do vírus.
    É possível fabricar o antídoto! É preciso, para isso, conseguir sangue de alguém que não tenha sido infectado pelo vírus. Corre por todo o mundo a noticia de que as pessoas devem ir aos hospitais fazer análise de seu sangue e doar para a fabricação do antídoto. Tu, vais de voluntário com toda tua família, juntamente com alguns vizinhos, perguntando-te, o que acontecerá. Será este o final do mundo?
    De repente o médico sai gritando um nome que leu em seu caderno.
    O menor dos teus filhos está do teu lado, se agarra na tua jaqueta e te diz:
    Pai?
    Esse é meu nome!
    E antes que possas relacionar, estão levando teu filho e tu gritas: Esperem!
    E eles respondem: Tudo está bem! O sangue dele está limpo, é sangue puro.
    Achamos que ele tem o sangue que precisamos para o antídoto.
    Depois de 5 longos minutos, saem os médicos chorando e rindo ao mesmo tempo.
    E é a primeira vez que vês alguém rindo em uma semana. O médico mais velho se aproxima a ti e diz: Obrigado senhor! O sangue de seu filho é perfeito, está limpo e puro, o antídoto finalmente poderá ser fabricado.
    A noticia se espalha por todos os lados. 
    As pessoas estão orando e rindo de felicidade.
    Nisso, o médico se aproxima à ti e à tua esposa e diz: Podemos falar um momento ? Não sabíamos que o doador seria uma criança e precisamos que o senhor assine uma autorização para usarmos o sangue de seu filho.
    Quando estás lendo, percebes que não colocaram a quantidade de sangue que vão usar e perguntas: Qual a quantidade de sangue que vão usar?
    O sorriso do médico desaparece e ele responde: Não pensávamos que fosse uma criança.
    Não estávamos preparados, precisamos de todo o sangue de seu filho.
    Não podes acreditar no que ouves e tratas de contestar: "Mas... mas..."
    O médico insiste, o senhor não compreende? Estamos falando da cura para o mundo inteiro! Por favor, assine! Nós precisamos de todo o sangue. Tu então perguntas: Mas não pode fazer-lhe uma transfusão? E vem a resposta: Se tivéssemos sangue puro, poderíamos. Assine Por favor, assine!
    Em silêncio, e sem ao menos poder sentir a caneta na mão, tu assinas.
    Perguntam-te: Queres ver teu filho?
    Caminhas na direção da sala de emergência onde se encontra teu
    Filho sentado na cama dizendo: Papai? Mamãe? O que está acontecendo?
    Tu seguras na mão dele e dizes: Filho, tua mãe e eu te amamos muito e jamais permitiríamos que te acontecesse algo que não fosse necessário, tu entendes?
    O médico regressa e te diz: Sinto muito senhor, precisamos começar, gente do mundo inteiro está morrendo, podes sair? Podes dar as costas ao teu filho e deixar-lhe aqui?
    Enquanto teu filho diz: Papai? Mamãe? Por que vocês estão me abandonando?
    E na semana seguinte, quando fazem uma cerimônia para honrar o teu filho, algumas pessoas ficam em casa dormindo, outras não vêm, porque preferem fazer um passeio ou assistir um jogo de futebol na tv e outras vêm com um sorriso falso, como se realmente não estão se importando.
   Tens vontade de parar e gritar: MEU FILHO MORREU POR VOCÊS!!!
    NÃO SE IMPORTAM COM ISSO?
    Talvez isso é o que DEUS quer dizer:
    MEU FILHO MORREU POR VOCÊS! NÃO SABEM O QUANTOS VOS AMO!

Que vc possa reconhecer o grande amor de Deus em tua vida e ser grato por isso... Deus te ama, e a prova maior disso foi a entrega de Seu filho por vc... Reconheça e louve a Deus por isso... e nunca esqueça... Vc tem valor.... Foi pago um alto preço por vc... Tenha um ótimo dia... Um abraço !!!



Escrito por Kalini às 08h01
[ ] [ envie esta mensagem ]


Grandes esforços, grandes recompensas

Um homem investe tudo o que tem numa pequena oficina. Trabalha dia e noite, inclusive dormindo na própria oficina. Para poder continuar nos negócios,
empenha as próprias jóias da esposa.
Quando apresentou o resultado final de seu trabalho a uma grande empresa,
dizem-lhe que seu produto não atende ao padrão de qualidade exigido.
O homem desiste? Não! Volta à escola por mais dois anos, sendo vítima da maior gozação dos seus colegas e de alguns professores que o chamavam de 'visionário'.
O homem fica chateado? Não!
Após dois anos,
a empresa que o recusou finalmente fecha contrato com ele.
Durante a guerra, sua fábrica é bombardeada duas vezes,
sendo que grande parte dela é destruída.
O homem se desespera e desiste? Não!
Reconstrói sua fábrica, mas, um terremoto novamente a arrasa.
Essa é a gota d ' água e o homem desiste? Não!
Imediatamente após a guerra segue-se uma grande escassez de gasolina
em todo o país e este homem não pode sair de automóvel nem
para comprar comida para a família.  Ele entra em pânico e desiste? Não!
Criativo, ele adapta um pequeno motor à sua bicicleta e sai às ruas.
Os vizinhos ficam maravilhados e todos querem também as chamadas
'bicicletas motorizadas'.
A demanda por motores aumenta muito e logo ele fica sem mercadoria.
Decide então montar uma fábrica para essa novíssima invenção.
Como não tem capital, resolve pedir ajuda para mais de
quinze mil lojas espalhadas pelo país.
Como a idéia é boa, consegue apoio de mais ou menos cinco mil lojas,
que lhe adiantam o capital necessário para a indústria.
Encurtando a história: hoje a Honda Corporation é um dos maiores impérios
da indústria automobilística japonesa, conhecida e respeitada no mundo inteiro.
Tudo porque o Sr. Soichiro Honda, seu fundador, não se deixou abater
pelos terríveis obstáculos que encontrou pela frente.
Portanto, se você, como infelizmente tem acontecido com muitas pessoas,
adquiriu a mania de viver reclamando, pare com isso! Vá em frente.
Deus é especialista em realizar sonhos... Jamais devemos desistir...
Quando não puderes mais correr; ande. Quando não puderes mais andar; rasteje. Mas nunca desista... Desistir é dar prova de fraqueza e covardia...
e nós com certeza somos fortes e corajosos, pois servimos
Aquele que prometeu estar conosco todos os dias... por isso, não desista...
Avance.... O Senhor é contigo... Tenha um ótimo dia... Um abração !!!


Escrito por Kalini às 07h34
[ ] [ envie esta mensagem ]

 
Meu perfil





BRASIL, Sul, CRICIUMA, CENTRO, Mulher, Música, Reflexões e mensagens
MSN -



Meu humor



Histórico
28/05/2006 a 03/06/2006
03/04/2005 a 09/04/2005
20/03/2005 a 26/03/2005
18/07/2004 a 24/07/2004
11/07/2004 a 17/07/2004
04/07/2004 a 10/07/2004
27/06/2004 a 03/07/2004
20/06/2004 a 26/06/2004
13/06/2004 a 19/06/2004
06/06/2004 a 12/06/2004
30/05/2004 a 05/06/2004
23/05/2004 a 29/05/2004




Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 Kalini
 Jesus Voltará
 Chamada da Meia Noite
 Filadelfia
 Thiago
 UOL
 UOL SITES
 Blog da Kelly
 Atos Dois